STEM Education Hub

Saiba mais sobre os autores do e-book Pedagogias Críticas na Educação em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM).
Saiba maisEntre em contato

STEM Education Hub

Pedagogias Críticas na Educação STEM

Ideias e experiências do Brasil e Reino Unido

Conheça os autores do e-book Pedagogias Críticas: Arthur Galamba (KCL), Haira Gandolfi (Cambridge University), Bruno Monteiro (UFRJ), Cristiano B. Moura (Simon Fraser University), Anna Canavarro Benite (UFG), Clarissa Trajecto (UFG), Gustavo Faustino (UFG), Regina Nobre Vargas (UFG), Morgana Abranches Bastos (UFG), Thatianny Alves de Lima Silva (UFG), Spela Godec (UCL), Meghna Nag Chowdhuri (UCL), Ralph Levinson (UCL), Stephen Price (UCL), Paul Davies (UCL), Kostas Korfiatis (University of Cyprus), Olga Markoulides (UCL), Edgar Miranda (UFRJ), Rita Vilanova (UFRJ), Vanessa Drago (UFRJ), Isabel Martins (UFRJ), Marcos Correa (UFRJ), Marcelo Borges Rocha (UFRJ), Bruna Karl (UFRJ), Marcia Garcia (UFRJ), Yasmin Lanatte (UFRJ). 

Construir parcerias é um dos principais objetivos do STEM Education Hub. Nossa mais recente publicação, "Pedagogias Críticas na Educação em STEM, ideias e experiências do Brasil e do Reino Unido", reúne 28 colaboradores de diversas instituições no Brasil e no Reino Unido, incluindo a Universidade de Cambridge, UFRJ, UCL e UFG. Abaixo, você encontrará mais informações sobre os parceiros envolvidos neste projeto. Para saber mais sobre os autores

Clique nas caixas abaixo para saber mais sobre os autores

Arthur Galamba

Arthur Galamba

Capítulo: O que é Pedagogia Crítica?

Arthur Galamba lecionou física em escolas secundárias no Brasil por mais de 12 anos e obteve mestrado em Psicologia Cognitiva antes de se mudar para o Reino Unido, onde conquistou seu QTS (Qualified Teacher Status) e um doutorado. Ele é professor de Educação em Ciências e diretor do PGCE Science na Escola de Educação, Comunicação e Sociedade do King's College London. Ele também é fundador e diretor do STEM Education Hub.

Haira Gandolfi

Capítulos: O que é Pedagogia Crítica? &
Paulo Freire e Perspectivas Decoloniais

Haira E. Gandolfi é uma professora universitária na Faculdade de Educação, Universidade de Cambridge, Reino Unido. Ela possui um doutorado em Educação, mestrado em Educação em Ciências e licenciatura em Ensino de Química. Ela tem experiência no ensino de Química em níveis secundário e superior no Brasil, e seus interesses de pesquisa são Currículos e Pedagogias Decoloniais, Educação Radical e Crítica, Formação de Professores, Educação em Ciências e História, Filosofia e Sociologia da Ciência.

Bruno Monteiro

Bruno Monteiro

Capítulo:Aproximações entre o campo da Educação em Ciências e o pensamento decolonial

Bruno Monteiro trabalha no ensino superior na formação de professores de química, biologia e física, além de atuar como supervisor de teses de mestrado e doutorado na rea de educação em ciências. Atualmente, ele é membro do Grupo de Pesquisa: Linguagens na Educação em Ciências (LINEC) e colabora com a Rede Internacional de Estudos Decoloniais em Educação em Ciência e Tecnologia (RIEDECT). Seus interesses de pesquisa estão nas práticas discursivas e culturais relacionadas aos estudos decoloniais, formação de professores, educação ambiental e espaços educacionais não formais.

Cristiano B. Moura

Chritiano B. MouraCapítulo: Atuando nas “brechas” da Normatividade Curricular 

Cristiano Moura possui um doutorado em Educação em Ciências com foco na (História) Cultural da Ciência na Educação em Ciências. Ele lecionou no ensino médio e em níveis de pós-graduação e graduação no CEFET-RJ (Brasil), até recentemente, quando se mudou para a Simon Fraser University (Canadá), onde atualmente é professor assistente na Faculdade de Educação.

Anna Canavarro Benite

Capítulo: Trajetórias de cientistas negras nas Ciências Exatas: estudo sobre representatividade em contextos científi cos a partir do Investiga Menina!

Anita Canavarro Benite é pesquisadora em ensino de química, com foco em ações afirmativas sobre a questão racial. Mestra e doutora em Ciências, é coordenadora do Laboratório de Pesquisas em Educação Química e Inclusão - LPEQI da UFG. Fundou o Coletivo CIATA e é ativista do grupo Mulheres Negras Dandara no Cerrado.

Clarissa Alves Carneiro Bernardes Trajecto

Capítulo: Trajetórias de cientistas negras nas Ciências Exatas: estudo sobre representatividade em contextos científi cos a partir do Investiga Menina!

Instutuição: UFG

Gustavo Augusto Assis Faustino

Capítulo: Trajetórias de cientistas negras nas Ciências Exatas: estudo sobre representatividade em contextos científi cos a partir do Investiga Menina!

Instutuição: UFG

Regina Nobre Vargas

Capítulo: Trajetórias de cientistas negras nas Ciências Exatas: estudo sobre representatividade em contextos científi cos a partir do Investiga Menina!

Instutuição: UFG

Morgana Abranches Bastos

Capítulo: Trajetórias de cientistas negras nas Ciências Exatas: estudo sobre representatividade em contextos científi cos a partir do Investiga Menina!

Instutuição: UFG

Thatianny Alves de Lima Silva

Capítulo: Trajetórias de cientistas negras nas Ciências Exatas: estudo sobre representatividade em contextos científi cos a partir do Investiga Menina!

Instutuição: UFG

Spela Godec

Spela GodecCapítulo: A Bússola da Equidade e a Abordagem de Ensino do Capital da Ciência: Ferramentas dos professores para apoiarem a pedagogia crítica 

A Dra. Spela Godec é Pesquisadora Sênior no Instituto de Educação da Faculdade de Educação e Sociedade (University College London - UCL), com foco nas questões de justiça social na educação formal e informal em STEM. Ela é apaixonada por colaborações entre pesquisa e prática, e por fazer com que a pesquisa faça diferença. Ela tem trabalhado de forma participativa com professores e profissionais de aprendizagem em STEM informal para desenvolver práticas equitativas.

Meghna Nag Chowdhuri

Capítulo: A Bússola da Equidade e a Abordagem de Ensino do Capital da Ciência: Ferramentas dos professores para apoiarem a pedagogia crítica 

A Dra. Meghna Nag Chowdhuri é Pesquisadora no Instituto de Educação da Faculdade de Educação e Sociedade (University College London - UCL), com foco em questões de injustiça social na educação e participação em STEM. Sua pesquisa explora essas questões, especialmente em contextos transculturais e internacionais, em colaboração com profissionais e acadêmicos, buscando maneiras de abordar essas questões.

Ralph Levinson

Capítulo: Como estudantes de 16-17 anos
se envolvem com a pesquisa científica?

Ralph Levinson é Professor de Educação no Instituto de Educação da UCL. Ele é diretor do programa de mestrado em Educação em Ciências e leciona nos programas de mestrado e PGCE, bem como em cursos de desenvolvimento profissional. Os principais interesses de pesquisa de Ralph estão relacionados a questões sócio-científicas e alfabetização científica, ciência e justiça social, educação científica e criatividade, educação em química e pedagogia em ciências. Ele liderou projetos de pesquisa para organizações de destaque, como o Banco Mundial, o Wellcome Trust e a British Academy.

Paul Davies

Paul DaviesCapítulo: Como estudantes de 16-17 anos
se envolvem com a pesquisa científica?

Paul é Vice-Diretor responsável pelo Ensino e Aprendizagem no Queen's College, London, onde também leciona Ciências. Antes de retornar à sala de aula, Paul trabalhou no Instituto de Educação da UCL, liderando cursos para professores em formação e em serviço, além de supervisionar estudantes de doutorado. Seus interesses de pesquisa incluem a compreensão dos professores em relação à biologia evolutiva e como os alunos dão sentido à pesquisa científica.

Stephen Price

Stephen PriceCapítulo: Como estudantes de 16-17 anos
se envolvem com a pesquisa científica?

Stephen Price é Professor de Neurobiologia do Desenvolvimento na UCL. Nos últimos anos, ele desenvolveu um interesse em pesquisa educacional, especialmente relacionada à ampliação da participação no ensino superior e às formas como os alunos do ensino médio se envolvem com a pesquisa atual em Biologia.

Kostas Korfiatis

Capítulo: Como estudantes de 16-17 anos
se envolvem com a pesquisa científica?

Instutuição: Universidade do Chipre

Olga Markoulides

Capítulo: Como estudantes de 16-17 anos
se envolvem com a pesquisa científica?

Instituição: UCL

Ruth Wheeldon

Capítulo: Como estudantes de 16-17 anos
se envolvem com a pesquisa científica?

Instituição: UCL

Edgar Miranda

Edgar MirandaCapítulo: Questões socio-científicas na educação em ciências

Doutor em Educação em Ciências e Saúde (UFRJ). Coordenador do Mestrado Profissional em Práticas de Educação Básica-MPPEB do Colégio Pedro II.

Rita Vilanova

Rita VilanovaCapítulo: Questões socio-científicas na educação em ciências

Professora em currículo e formação de professores de ciências - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil."

Vanessa Drago

Vanessa DragoCapítulo: Questões socio-científicas na educação em ciências

Professora dos anos iniciais do Ensino Fundamental I no Colégio Pedro II.
Mestra em Práticas Em Educação Básica pelo Colégio Pedro II.
Graduada em Pedagogia - Licenciatura Plena pela UFRJ.

Isabel Martins

Capítulo: Construir recursos educacionais para a abordagem curricular das questões sócio-científi cas

Isabel Martins possui graduação em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985) e doutorado em Educação pela University of London (1992). Ela possui uma vasta carreira acadêmica, incluindo experiência em docência, pesquisa e funções editoriais. Seus interesses de pesquisa estão voltados para a linguagem e educação em ciências, com ênfase nos processos discursivos em espaços educacionais e de comunicação científica. Ela tem uma extensa lista de publicações e participação em diversos projetos e eventos nacionais e internacionais. Atualmente, ela ocupa cargos na Universidade do Rio de Janeiro e em instituições de financiamento à pesquisa.

Marcos Correa

Capítulo: Construir recursos educacionais para a abordagem curricular das questões sócio-científi cas

Instituição: UFRJ

Marcelo Borges Rocha

Capítulo: Construir recursos educacionais para a abordagem curricular das questões sócio-científi cas

Instituição: UFRJ

Bruna Karl

Capítulo: Construir recursos educacionais para a abordagem curricular das questões sócio-científi cas

Instituição: UFRJ

Marcia Garcia

Capítulo: Construir recursos educacionais para a abordagem curricular das questões sócio-científi cas

Instituição: UFRJ

Yasmin Lanatte

Capítulo: Construir recursos educacionais para a abordagem curricular das questões sócio-científi cas

Instituição: UFRJ

Fique sabendo das últimas notícias do STEM Education Hub!

pt_BRBR